Nosso Proposito é 1 Bilhão de Almas Para Cristo!

DownLivre

VINHO VELHO, ODRE VELHO (Testemunho de Ismael Lopes de Queiroz )


Jesus is Lord and Savior will return ...
Senhor Jesus  Vem …






(Testemunho de Ismael Lopes de Queiroz )
VINHO VELHO, ODRE VELHO - 03/08/13

Nos dias de hoje reclamamos de quase tudo, da velhice, da falta de saúde, da falta de dinheiro e às vezes de uma nova casa ou carro. E pensando nisso lembrei-me de um versículo no livro de Mateus- um não: dois:
”Ninguém deita remendo de pano novo em roupa velha, porque semelhante remendo rompe a roupa, e faz-se maior a rotura. Nem se deita vinho novo em odres velhos; aliás, rompem-se os odres, e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se; mas deita-se vinho novo em odres novos, e assim ambos se conservam. (Mateus 9:16 e 17)”

Estudando essa matéria percebi que jamais um crente novo poderia deixar os seus velhos costumes sem antes se converter completamente e ser novo em tudo,  mas como se esquecer das coisas consideradas “boas” como o cigarro, a bebida, comer um belo churrasco com os velhos companheiros ou mesmo  uma jogatina e apostas sem Deus, ou seja, abandonar velhos hábitos sem ser transformado em Cristo?

No ano de 1995 eu agia assim e fazia de tudo como bem me aprazia. Minhas condições financeiras foram melhorando cada vez mais, e com isso fui ficando cada vez mais “forte” materialmente. Ajudava no que podia os meus irmãos e pai financeiramente. Ajudava ainda muitas pessoas que eram conhecidas em suas dificuldades cotidianas, como socorrer ou levar pessoas nos hospitais, doar sangue. Mas tudo isso parecia como vinho velho no odre velho, pois eu nunca tinha tempo para as coisas espirituais, levava a minha vida sempre da mesma maneira – a MINHA maneira- sem saber que Deus tinha um plano comigo.

Numa certa quarta-feira de setembro as 18h15 me envolvi em um acidente gravíssimo, onde fui atingido por uma bala enviada por satanás que me fez  tombar na mesma hora dentro da minha própria casa, dentro do meu “porto seguro”. Perdi meus sentidos ficando como morto... Então me vi caindo num poço com uma tremenda profundidade, a parede desse poço era escura, mas conforme eu descia ela ia ficando mais clara puxando para cor do fogo. E num grande esforço de agonia e também de humilhação consegui soltar um grito de terror e na sequência gritei o nome de JESUS CRISTO: “Me salve senhor! Se eu sobreviver apagarei o meu cigarro em meu próprio sangue! De hoje em diante te servirei  levando as boas  novas do teu Evangelho.”

Nascia ali um novo odre, só faltava agora o novo vinho que significa o sangue de Jesus Cristo, pois Deus estava apenas começando comigo... Perdi a consciência por cem dias, ou seja, entrei em coma, sem aviso prévio, sem esperar... Fiquei  totalmente entregue as mãos de Deus. Durante este período ouvi muitas vozes e sons estranhos.

“E fala-lhe, dizendo: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eis aqui o homem cujo nome é Renovo; ele brotará do seu lugar, e edificará o templo do SENHOR. (Zacarias 6:12)”

Ainda tive varias outras revelações durante esse meu coma; um planeta sem sol, sem estrelas e sem lua, mas muitas casas sem coberturas e varias pessoas eram dirigidas por anjos que os guiavam para essas casas, cada casa um assunto que mais parecia uma escola aqui na terra.  E um anjo me apontava como eram as regras por lá, mas não me levou para nenhuma das casas.

Achei estranho, mas aceitei, depois de certo tempo vou novamente para outro planeta esse era diferente fazia muito calor e o sol era ardente, procurei uma árvore e me escondo do sol, pois estava todo suado e eis que vejo um Senhor subindo uma longa rampa e logo se encosta comigo; eu reparo que atrás dele vinham milhares de carneiros. Chamo a sua atenção e pergunto Senhor, Senhor; Descanse um pouco aqui nessa gostosa sombra e deixe esses carneiros por aí um pouco!... Ele responde – Meu Jovem- Não são carneiros e sim ovelhas; e não posso ficar, pois, há muitas a serem resgatadas. E lá se foi o Senhor na frente das ovelhas, reparei nele coisas especiais, era um senhor muito alto e acredito serem superiores a um metro e oitenta metros de alturas; sua barba era grande assim como os seus cabelos, sua manta era incrivelmente brancas, outra coisa o seu cajado passava de dois metros e meio. Nunca tocou numa ovelha com aquele cajado, se foi assim como chegou.


Fiquei pasmada com a sua calma, paciência e amor com aquelas criaturas. Era com certeza Jesus Cristo aquela a quem eu tinha visto nas montanhas. Nessa hora me lembrei dos Salmos vinte três; que dizia assim...  “O Senhor é o meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias. (Salmos 23:1-6)” Mas sempre sonhava que acontecia algo de especial minha vida nesses cem dias e sempre eram varias vitorias, quando acordei tentava recordar o que tinha acontecido e de nada me lembrava.


Mas certo dia abate em mim uma grande tristeza, pois, começava a voltar as minhas lembranças da família esposa filhos além dos parentes, mas o que de fato aconteceu de nada me lembrava. Mas noto também que estava totalmente entubado, dependente de tudo, banho, somente na cama e para piorar eram somente mulheres. O tempo passa e sou transferido do Regional de Osasco para o hospital Modelo na região da liberdade centro de SP e lá descubro também que não conseguia me comunicar com a boca, minhas visitas eram todos os dias e vinham a minha esposa, filhos, pai, cunhadas, cunhados, tio Celso e sobrinhos. Eram os que iam lá me ver, mas, para minha tristeza minha garganta não saia um só som. A conversa tinha que ser por sinal ou gesto com as mãos. Foi o pior momento da minha vida, mas quando ainda estava de coma o meu pai levou um presbítero lá e este falou comigo; dizendo se eu aceitaria a Jesus Cristo como o único e suficiente Salvador – Respondo que sim, só que com gesto da cabeça.


O odre começava a ser trocado, pela graças de Deus e nessa noite tenho um sonho muito estranho que naqueles dias próximos seria levado a minha casa e quem me levaria era o corpo de bombeiro agora imagine uma coisa dessas sem pé e sem cabeça. Passando certo tempo recebo alta e imagino que vou falar andar, trabalhar e etc. “Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. (RM 8:37)”


Chegando a casa, me acamaram, já que fiquei tetraplégico. Sem opção percebi que os dias passavam e nada acontecia. Minha recuperação física fora lenta e gradual, por exemplo, todas as vezes que ia tomar banho desmaiava, o cheiro da comida me dava enjoos fortíssimos-quanto mais come-la- era vomito na certa, minha voz que não tinha forca para sair dos pulmões. Naquela época minha família contratou uma fisioterapeuta, na tentativa de recuperar algum possível movimento esquecido. Porém, aquilo tudo não parecia surtir efeito algum-Eu estava muito magro e debilitado por conta da minha longa estadia no hospital, uma pneumonia ultra resistente a remédios, uma traqueostomia que me deixou incomunicável por meses...só voltei a falar normalmente no ano seguinte (1996). Para ajudar, durante este período, minha empresa foi deixando de produzir e perdendo muitos clientes até ir à falência-mesmo com o esforço dos filhos e esposa. Mas eu só soube disso bem mais tarde, já que a família tentava me poupar dessas preocupações.


Muitas profecias por parte de irmãos, irmãs que eu voltaria a andar, isso tudo dentro da igreja A.D.D.M.B de Rua Topázio em SR mas fui entendendo tudo e estudava muito a bíblia porquê:

 “A palavra do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo: Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras. E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas, Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer. Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? Diz o Senhor. (Jr 18:1-6).”

“Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam; Atos 17:30 e assim foi comigo lendo e aprendendo a palavra do Senhor e a sua forma de sarar um coxo... Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra poder de perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo: Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa. (LC 5:24)”

 E o que será comigo Senhor? Se for da mesma forma também sairei gritando – Glórias, Glórias ao Senhor Deus Javé e a ti dou glórias, mas o tempo é seu e espero a suas bênçãos com muito amor. E se assim for continuo a trabalhar em suas obras, e se não for assim continuo a te servir da mesma forma.

Muitas surpresas aconteceram até nos dias de hoje; no ano de 2005 falece meu tio Celso Fernandes; 2008 falece outro tio Daniel. 2.010 falecem meu pai, meu tio Paulo e tia Geni. E outra tia avó Luzia.

Tens me abençoado com muitas coisas, vida, ar, água, calor, alimentos e uma esposa maravilhosa, filhos sem igual, genro e nora da mesma forma além de um casal de netos sendo a menina com oito anos e filha da Suzana e Jackson o outro se chama Antônio (sete anos) filho do Flávio e Maria Cecilia. Todos servos do Senhor Deus Javé o eterno, Nunca me deixam faltar nada, compram tudo que preciso desde coisas simples a coisas mais difíceis e eu os amo a todos. Moramos todos juntos, naturalmente em casa separadas, tanto na cidade quanto no campo.  E essas coisas não tem preço, quem me deu essas coisas foi tu Senhor e como poderei te agradecer? Somente te servindo e te agradeço com muito amor e paz.  (Autor Ismael L. Queiroz.)

Também é importante citar que tive duma parada cardíaca segundo os médicos e alguns enfermeiros disseram que houve outras.  E Deixo aqui um versículo... Porquanto, ao ressuscitarem dos mortos, nem se casam, nem se dão em casamento; pelo contrário, são como os anjos nos céus. (Marcos 12:25) Ano do acontecimento 20/10/1.995
SHARE
    Blogger Comentarios
    Facebook Comentarios

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial